Untitled Document

TUMORES RENAIS

Os principais são os cistos renais (grande maioria são benignos), o adenocarcinoma renal e os tumores de pelve renal (malignos).

Os cistos renais estão presentes em até 50% da população e se caracterizam por uma lesão renal cística, semelhante a uma bolha de queimadura na pele. Geralmente são diagnosticados incidentalmente através de ultrassonografia realizada por outro motivo. Só causam algum sintoma quando são muito grandes ou quando ocluem a saída da urina do rim (cistos peripélvicos). Podem ser classificados em quatro tipos, de acordo com Bosniak. Os cistos tipo III e IV tem uma grande chance de ter câncer renal associado, portanto necessitam de tratamento cirúrgico, o qual é feito pela laparoscopia.

Tomografia mostrando cisto em rim direito

Adenocarcinoma Renal (CÂNCER DE RIM)

O adenocarcinoma renal é a lesão sólida mais comum e trata-se de um tumor maligno. No ato do diagnóstico inicial, cerca de 50% dos casos estão confinados no interior do rim. Em 25% dos casos, o tumor já saiu do rim e finalmente, 25% já apresenta doença metastática, principalmente para pulmões e ossos. Em geral, a sobrevida em cinco anos é de 60% para todos os casos diagnosticados, subdivididos da seguinte forma: 90% para os tumores localizados, 60% para os tumores já fora do rim e 9% para os tumores metastáticos.

Tomografia mostrando tumor em rim direito
 
Peça cirúrgica de rim direito com tumor
Home | Voltar

O tratamento padrão é a nefrectomia radical, a qual pode ser feita pela técnica aberta ou por laparoscopia. A técnica aberta é feita através de uma grande incisão lombar ou no abdome anterior, a qual apresenta uma alta morbidade, com intensa dor pós-operatória, flacidez permanente da parede abdominal, longo tempo de recuperação e resultado estético ruim.

Incisão lombar para cirurgia renal aberta
 
Resultado estético da cirurgia renal aberta

Atualmente, o procedimento de escolha em todo o mundo, é a nefrectomia por laparoscopia. A grande vantagem desta técnica é apresentar uma taxa de morbidade muito inferior quando comparada com a técnica aberta convencional, além de apresentar resultados oncológicos iguais.

TUMOR PELVE RENAL

O tumor de pelve renal é um tumor de urotélio. Geralmente é diagnosticado devido a hematúria. Pode vir associado a tumor de bexiga e está relacionado ao tabagismo. Seu tratamento principal é a nefroureterectomia, a qual é feita atualmente por laparoscopia.

Tomografia mostrando tumor em pelve renal direita
 
Peça cirúrgica mostrando tumor dentro da pelve renal direita


Vídeo - Nefrectomia laparoscópica em rim pélvico

Vídeo - Nefrectomia parcial laparoscópica


Home | Voltar
Untitled Document